Mirror Mirror

O espelho é uma ferramenta importante no ofício do iniciado, sendo que alguns mantém um pequeno espelho em seus altares, porém não sabem realmente do significado e importância desse item cotidiano na prática magista.

A função do espelho é refletir, algumas vezes sofre alguma distorção dependendo da qualidade do espelho, porém em geral reflete a realidade, utilizado cotidianamente para fins meramente cosméticos, a humanidade se acostumou a vê-lo diariamente em seus lares, e olhar diariamente ao escovar os dentes, pentear o cabelo ou outros fins, porém o espelho em tempos passados era um item de luxo, sendo muito cara a aquisição deste.

O espelho no ocultismo tem sua origem ainda nos primórdios da humanidade quando este notou que os lagos e grandes corpos de água refletiam o céu, especialmente a noite. Durante séculos, perduraram rituais próximos a poços e rios, sendo introduzida posteriormente a tigela com água nos altares.

O espelho é importante pela sua capacidade de refletir a realidade, ele é uma espécie de foco. O magista ao observar-se no espelho deve concentrar-se em si mesmo no seu microcosmo, que por conseguinte é um reflexo do macrocosmo e a partir disso realizar seus feitos. No ritual menor do pentagrama podemos notar que o adepto é a própria cruz cabalística que representa simbolicamente a jornada do iniciado, assim sendo este deve-se concentrar-se em seu interior para então manifestar sua vontade para o mundo fora dele.

“Conhece-te a ti mesmo e conhecerás o Universo e os Deuses”, essa frase possivelmente é a mais pertinente neste estudo da importância do espelho ao iniciado, pois este nada mais é do que uma ferramenta para atingir o simbolismo da mente do adepto, pois para mente consciente pode parecer simples entender que “tudo como é em cima também é embaixo” e que o “microcosmo é um reflexo do macrocosmo”, porém a mente é mais complexa, ela não aceita apenas a lógica crua, por isso utilizamos o simbolismo e por experiência os mestres antigos concluíram que observar seu próprio reflexo durante a realização de rituais ou da própria oração é uma das formas mais efetivas do adepto visualizar seu deus a sua imagem e semelhança, de realizar o ofício no microcosmo e este se refletir no macrocosmo.

Quanto a oráculos que utilizam o espelho (no melhor estilo “bruxa da Disney”) a mecânica é a mesma, como em outras formas oraculares é importate a conexão com o SAG que é o seu Eu Superior, e uma forma muito eficaz de conexão com ele é através do seu reflexo pois apesar de não estarem constantemente em comunicação (com poucas excessões) ele ainda é uma parte de você, a parte que conhece a Verdade, o Universo e tudo mais, sendo assim seu reflexo.

Os mitos também falam de grandes bruxas que podiam observar à grandes distâncias através do espelho, mas como você deve ter notado essa é apenas mais uma aplicação do que já foi dito, afinal quando você conhece a ti mesmo, conhece o Universo e Todos os Deuses.

Anúncios
Esse post foi publicado em Ocultismo. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s