Por onde Começar?

A maior questão quando se começa a estudar um novo tema é “por onde começar”? A essa pergunta também se deparam os buscadores que se propõe a iniciar o aprendizado na senda do conhecimento, da iluminação espiritual.

Quando falamos em espiritualidade (principalmente) todos tem medo de “fazer alguma besteira”, mas será que não podemos considerar que todo aprendizado é válido quando pesquisado com boas intenções?

Eu pessoalmente considero todo aprendizado válido, mesmo que errôneo, afinal é “errando que se aprende”. Apenas devemos manter a mente aberta e sermos humildes, não devemos nos considerar (nunca) os donos do conhecimento e da razão, pois esta pertence a todos. Devemos considerar todo conhecimento, mas aplicar apenas o que nos convém. Devemos ser pontos de interrogação permanente, buscando sempre novas respostas a todos os temas, analisando novos pontos de vista e aplicando o mais conveniente para nosso atual estado de desenvolvimento espiritual. O estudo espiritual não é uma receita de bolo, não é a mesma para todos, cada pessoa tem seu próprio caminho para iluminação. Cada consciência tem uma missão quando encarna e cada indivíduo tem sua religião, portanto também o aprendizado e desenvolvimento espiritual é diferenciado, devendo o buscador – por análise, tentativa e erro – determinar o que é válido para seu atual estado de consciência.

Nossa forma de perceber o mundo a nossa volta e a nós mesmos muda com o tempo, aprendizado e vivência, assim também o desenvolvimento espiritual muda, nossas certezas hoje possivelmente não serão as mesmas na próxima década, e se forem algo está errado. Nossas consciências são Deus em movimento, estamos sempre em atividade, morrendo e renascendo, então devemos sempre nos renovar com novos conhecimentos e hábitos, este comportamento é salutar para alma e corpo.

As Sendas de Conhecimentos e Ordens Filosóficas podem sar a direção, orientando e ensinando conforme for mais simples ou cômodo para seu método de aprendizagem, mas como isso será assimilado em nossa consciência é diferente. Apenas nosso Deus pessoal, o do nosso coração pode orientar nessa missão épica que é viver e desenvolver, portanto os Grandes Mestres apenas nos mostram as portas, cabe a cada um escolher a sua e a forma de atravessa-la.

Portanto não tema aprender algo que não será útil em algum tempo, aos poucos nós deixamos o antigo para trás e adotamos o novo. Não tema fazer besteira, o karma a tudo corrige e resguarda, seu Deus o protegerá no caminho, tenha confiança e quanto à por onde começar, a pergunta inicial. Há milhares de formas de começar o aprendizado do santo ofício, desde os convencionais cristãos e umbandistas ao mais árduo estudo dos postulados arcanos, a escolha é sua. Invista inicialmente numa avaliação psicológica, o que realmente você quer, por que você quer iniciar essa busca, de que forma quer exerce-la? Confie em seu coração e na sua intuição, pois é por eles que Deus fala com você, independente por onde você comece, você levará a mesma quantidade de tempo que precisa levar para chegar ao seu objetivo, nada ocorre que não esteja planejado por sua consciência, tudo tem um porquê. Confie e a verdade lhe será revelada.

“O fracasso é a oportunidade de começar de novo,  inteligentemente”.

– Henry Ford

Anúncios
Esse post foi publicado em Diversidades, Ocultismo. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s